Seiva Paisagismo e Jardinagem

espécies exóticas


A ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Averrhoa carambola
Nome Popular: Carambola, caramboleira, caramboleiro, camerunga
Família: Oxalidaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Ásia (Malásia, Índia e Indonésia)
Ciclo de Vida: Perene
Indicações: Escorbuto, diarréias, verminoses.
Propriedades: vermífuga, anti-escorbútica, anti-diarréica, adstringente.
Partes usadas: Folhas, flores e frutos.

A caramboleira é uma árvoreta ornamental e frutífera, que dá origem a carambola, uma fruta tropical de aparência e sabor exótico, muito apreciada no mundo todo.

Ela apresenta folhas imparipinadas, com grandes folíolos ovalados e acuminados, de coloração verde brilhante.

As inflorescências, axilares e em rácemo, são muito decorativas e apresentam pequenas flores variegadas e róseas. Os frutos comestíveis são muito brilhantes e de coloração esverdeada, tornando-se amarelos quando maduros.

Ao corte transversal das carambolas, pode-se observar a forma de uma estrela pentâmera. Suas sementes são marrons e pequenas.




Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Alpinia purpurata
Sinonímia: Guillainia purpurata
Nome Popular: Gengibre-vermelho, Alpínia
Família: Zingiberaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Ilhas dos Mares do Sul
Ciclo de Vida: Perene

De porte médio, a alpínia é uma planta que combina muito bem com paisagens tropicais. Produz inflorescências belíssimas, com flores pequenas de coloração branca e brácteas vermelhas ou róseas, em hastes eretas.

As folhas são ornamentais também. Muito rústica, esta planta também é utilizada como flor de corte.




B ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Nomes Populares: Buxinho
Família: Buxaceae
Originário do Mediterrâneo e Ásia

Buxinho (Buxus sempervirens) – Arbusto perene da família das Buxaceae , Angiospermae proveniente do Mediterrâneo, Oriente muito utilizado para a topiaria, por suas inúmeras qualidades. Sua folhagem verde escura é resistente e regenera-se bem das podas semestrais.

Se você quer um autêntico jardim francês não pode dispensar o buxinho, porém deve ter paciência, pois seu crescimento é relativamente lento se comparado às outras cercas vivas. Tem grande durabilidade e rusticidade com os cuidados básicos, exigindo pouca manutenção. Perfeito para compor desenhos, cercas e esculturas vivas, também é muito utilizado para Bonsai. Devem ser sempre cultivados a pleno sol, com solo fértil e regas regulares.




C ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Caesalpinia pulcherrima
Sinonímia: Poinciana elata, Poinciana bijuga, Poinciana pulcherrima
Nome Popular: Flamboianzinho, flamboyanzinho, flamboyãzinho, barba-de-barata, poinciana-anã, flor-de-pavão, baio-de-estudante, vaio-de-estudante, orgulho-de-barbados, chagueira, flor-do-paraíso, flamboyam-de-jardim, chagas-de-jesus, ave-vermelha-do-paraíso
Família: Caesalpiniaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Antilhas
Ciclo de Vida: Perene

O flamboianzinho é um arbusto ou arvoreta perene, muito popular no paisagismo tropical. Ele apresenta caule lenhoso, ereto, ramificado e cheio de espinhos.

Suas folhas são grandes e bipinadas, de coloração verde, com numerosos folíolos ovalados.

As inflorescências são terminais, em rácemo, compostas por flores vermelhas, vermelho-alaranjadas, vermelho-rosadas ou amarelas, de acordo com a variedade, todas caracterizadas por longos estames.

A floração ocorre na primavera e verão. Os frutos são do tipo legume e surgem no outono.




Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Coreopsis lanceolata
Nome Popular: Coreópsis, margaridinha-amarela
Família: Asteraceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Estados Unidos
Ciclo de Vida: Perene

A coreópsis é uma margaridinha singela e muito popular. Ela apresenta ramagem densa e ramificada, com folhas espessas e lanceoladas, além de uma coloração verde vibrante.

As flores são diminutas, como em outras plantas da família Asteraceae , e reunidas em capítulos solitários, simples ou semi-dobrados, sobre longos pedúnculos.

As pétalas da colora expandida são amarelas, largas e com bordas denteadas. O contraste da folhagem com as flores é muito bonito.




Costela-de-adão; banana-do-mato; Ceriman; Monstera;
Abacaxi-do-reino (Monstera deliciosa Liebm.)
Família da Araceae. Originária do México.

É uma planta semi-herbácea e perene. O formato de suas grandes folhas lhe conferiram este nome. Há também a veriedade “Ceriman”, que possui folhas bem menores, e a variedade “Variegata”, de folhas amarelas.

Possui uma floração grande, branca, que atrai muitos insetos devido ao seu aroma. De crescimento intenso, se fixando fortemente nas paredes. Seus frutos são considerados comestíveis, mas suas folhas são tóxicas.

É bastante rústica, não exigindo pouco do solo. Desenvolve-se melhor em locais de meia-sombra, já que na natureza, se encontra abaixo de árvores. Quando plantada junto à parede ela se fixa e sobe.Multiplica-se facilmente por estacas obtidas por divisão do caule ascendente e espesso.




E ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Epipremnum pinnatum
Sinonímia: Scindapsus aureus, Scindapsus pinnatus, Pothos pinnata
Nome Popular: Jibóia, jibóia-verde, era-do-diabo
Família: Araceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Ilhas Salomão
Ciclo de Vida: Perene

A jibóia é uma planta bastante vistosa que tem a habilidade de se apoiar em diversos substratos. Muito comercializada em vasos sobre blocos de substrato, esta planta pode ser uma boa pedida para decorar interiores.

Suas folhas são brilhantes e se alteram de acordo com a maturidade da planta, inicialmente são pequenas, sem variegações ou recortes, com o crescimento tornam-se grandes, variegadas e algumas vezes recortadas. É uma das poucas trepadeiras para utilização à meia-sombra.




F ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Flamboyant (Flamboyant SP)

Uma leguminosa da família: Fabaceae. Gênero: Delonix. Espécie: D. regia. Originária de Madagascar – África. A planta prefere o clima quente e úmido, não adaptando bem ao clima frio impedindo de florescer. Mas desenvolve-se em qualquer tipo de solo. Mede até 15 m, e sua floração surge na primavera e verão. Utilizado para o paisagísmo, restrito a locais espaçosos.




G ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Gengibre-magnífico, Shampoo, Sorvetão (Zingiber Spectabile)

Vindo da Malásia o gengibre-magnífico ou sorvetão é uma planta herbácea tipicamente tropical que pode ser encontrada crescendo naturalmente nas florestas ao sul da Tailândia. Suas hastes surgem ao longo do forte rizoma, são eretas, semelhantes a cana, e podem alcançar cerca de 1,5 a 2 metros de altura. Suas folhas são verdes, longas e aveludadas na página inferior.

As inflorescências surgem na base da planta, oriundas diretamente do rizoma. Elas são sustentadas por hastes fortes, eretas, com cerca de 40 cm. o gengibremagnífico encaixa-se perfeitamente em renques junto a muros ou em maciços sob a copa das árvores. Sua folhagem tropical é muito bonita, mas sensível a queimaduras, portanto deve-se evitar a luz direta do sol.




H ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Hibiscus rosa-sinensis
Sinonímia: Hibiscus sinensis
Nome Popular: Hibisco, hibisco-da-china, mimo-de-vênus, graxa-de-estudante, hibisco-tropical
Família: Malvaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Ásia Tropical
Ciclo de Vida: Perene

O hibisco é a flor símbolo do Havaí. Além disso é umas das plantas mais cultivadas nos jardins brasileiros, devido ao seu rápido crescimento, beleza e rusticidade.

Há um grande número de variedades, que podem apresentar folhas estreitas ou largas, variegadas ou não e flores das mais diversas formas, tamanhos e cores.




I ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Ixora coccinea
Sinonímia: Ixora coccinea var intermedia
Nome Popular: Ixora, Ixora-coral
Família: Rubiaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: Índias Orientais e Malásia
Ciclo de Vida: Perene

A ixora é um arbusto muito apreciado nas regiões de clima quente. Seu aspecto é compacto e suas folhas têm uma textura de couro. A floração ocorre na primavera e verão, e apresenta inflorescências com numerosas flores de coloração amarela, vermelha, laranja ou cor-de-rosa. Pode ser cultivada isoladamente ou em maciços, sendo ótimas para esconder muros e muretas. Atrai polinizadores.




J ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Nome: científico: Justicia brandegeana
Nomes: populares: Camarão-vermelho e camarão

Nativo do México, o camarão-vermelho é uma herbácea ereta muito ramificada a partir do solo e com ramos finos, alongados e flexíveis. Apresenta folhas pilosas, opostas, com pontas curtas e face dorsal verde-pálido. As inflorescências são o grande destaque pelo colorido e pela forma diferenciada, pois são longas e com brácteas vermelhoescuras quando adultas e verdes quando jovens. Apropriado para bordaduras e ao longo dos muros e paredes ou em conjunto, compondo canteiros, o camarão-vermelho também é plantado em vasos.

Por ser proveniente de regiões tropicais, desenvolve-se melhor em temperaturas elevadas e amenas, não resistindo a geadas. Embora seja de pleno sol, cresce bem à meia sombra, gosta de solo rico em matéria orgânica, bem drenado e mantido sempre úmido, mas sem excesso de água.




L ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Lagerstroemia indica
Sinonímia: Lagerstroemia chinensis
Nome Popular: Resedá, árvore-de-júpiter, flor-de-merenda, suspiros, extremosa
Família: Lythraceae
Divisão: Angiospermae
Origem: China, Coréia e Índia
Ciclo de Vida: Perene

Perfeita para as calçadas, o resedá é uma arvoreta que não possui raízes agressivas, além de ter um belo florescimento. Suas folhas são elípticas, com bordas onduladas. O tronco é muito belo, liso, de tons claros, marmorizado.

Seu porte chega a 6 metros de altura. As inflorescências, formadas ainda no inverno, contém inúmeras flores crespas de coloração rosa, branca, roxa ou vermelha, de acordo com a variedade.




O ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Ophiopogon japonicus
Sinonímia: Convallaria japonica
Nome Popular: Grama-preta, grama-japonesa
Família: Liliaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: China e Japão
Ciclo de Vida: Perene

A grama-preta ao contrário do que parece não é uma gramínea. Sem caule e com folhas finas e escuras, ela é uma excelente forração para áreas sombreadas. Há também uma variedade variegada, de folhas verde-amareladas, e uma variedade anã, de folhas mais curtas.

Esta planta não suporta o pisoteio, em compensação não necessita ser aparada. Pode ser utilizada também como bordadura. Vendida comumente na forma de placas.




Nome: Científico: Ophiopogon jaburan
Nome: Popular: Barba-de-serpente, Ofiopogo, Ofiopógão
Família: Ruscaceae
Origem: Japão
Ciclo de Vida: Perene

A barba-de-serpente é uma planta herbácea, perene e de folhagem ornamental, semelhante a uma gramínea. Ela cresce em tufos (touceiras) baixos, de 20 a 40 cm de altura, e apresenta folhas longas e estreitas como fitas, coriáceas e recurvadas.

A forma típica é de cor verde escura, mas a forma mais difundida e ornamental é a variegada, de folhas com estrias branco-creme ou amarelo-pálido.

No paisagismo, a barba-de-serpente presta-se como excelente forração, em locais ensolarados ou semi-sombreados como sob a copa das árvores por exemplo. Ela também pode ser utilizada como bordadura, indicando caminhos e demarcando canteiros.




P ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Pata de vaca (Bauhinea variegata)

É uma árvore exótica muito usada em paisagismo urbano. Sua variação nativa (Bauhinea forticata) não tem a beleza de floração da exótica, e só é encontrada nas matas. Floração a partir de Julho, continua até três meses depois, com poucas flores.

Pertence à família Fabaceae, subfamília Caesalpinioidea. Esta planta é originária da Ásia, mais precisamente China e Índia. No Brasil, o gênero Bauhinia ocorre desde o Piauí até o Rio Grande do Sul, nas formações florestais do complexo atlântico e nas matas de planalto. Suas flores variam de brancas, róseas, roxo-pálidas até avermelhadas. B. variegata, além de ser utilizada no paisagismo.




T ------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

TOP
Paisagismo e Jardinagem
Nome Científico: Tradescantia pallida var purpurea
Sinonímia: Setcreasea purpurea, Treleasea purpurea, Setcreassea pallida
Nome Popular: Trapoeraba-roxa, coração-roxo, trapoerabão, trapoeraba
Família: Commelinaceae
Divisão: Angiospermae
Origem: México
Ciclo de Vida: Perene

A coloração e a textura desta planta são muito originais, craindo belos volumes. Sua folhas e caules são roxos e suas florezinhas são rosas. Bastante rústica, é uma planta utilizada para quem aprecia brincar com as cores. Excelente para formar maciços e bordaduras, também pode ser utilizada como forração ou em floreiras.